quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Aula de Biologia

"....Lipídios, glicídios, protídeos, Cálcio, Ferro, Fósforo e Vitamina A..."




Comercial Danoninho da campanha Bifinho do ano 1989

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Encontrando vestígios de sangue - Luminol

Se você é um fã de séries policiais como CSI, Dexter ou outras que mostram o cotidiano de investigações criminais, certamente já viu algum dos personagens jogando uma certa substância em uma parede e depois, com um auxílio de uma lâmpada, observando pontos brilhantes e concluindo que ali havia respingos de sangue.

Essa substância jogada na parede, em roupas, objetos ou outros lugares é chamada luminol. Composto em pó feito de nitrogênio, hidrogênio, oxigênio e carbono. Os criminalistas misturam o pó de luminol com um líquido contendo água oxigenada (H2O2), um hidróxido (OH-) e outros produtos químicos e despejam o líquido em um borrifador. A  água oxigenada e o luminol são os principais agentes da reação química, mas para que produzam um brilho forte, precisam de um catalisador para acelerar o processo. 

A mistura detecta a presença desse catalisador, no caso o ferro presente no sangue. Para executar um teste com luminol, os criminalistas pulverizam a mistura em qualquer lugar onde possa haver sangue. Com o ferro acelerando o processo, a luz brilha o suficiente para ser vista em um ambiente escuro ou com o auxílio de um lâmpada de luz negra.

É praticamente impossível alguém limpar o sangue de uma forma que o Luminol não consiga identificá-lo. Por exemplo, em uma pia completamente branca que seja lavada várias vezes com fortes produtos de limpeza (água sanitária), mesmo assim a substância encontrará indícios quando tiver sangue. 

Diversos crimes já foram solucionados com a ajuda dessa substância, mas um caso bastante conhecido foi o assassinato na menina Isabella Nardoni. Sérgio Pohlmann, perito criminalístico especializado em química legal, conta como o luminol ajudou a solucionar este crime em uma coluna do Terra TV:

 "A sua utilização é muito importante porque auxilia o perito na hora de levantar todos os vestígios para solucionar um crime. A partir das manchas de sangue, pode-se sugerir uma dinâmica do que teria acontecido"

Veja a reportagem completa aqui

A fórmula química do luminol é esta representada abaixo:


quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Pilhas e Baterias

As pilhas e as baterias estão em todos os lugares, computadores, celulares, mp3players e até carros. Elas nada mais são que um recipiente onde ocorrem reações químicas que produzem corrente elétrica. Todas as pilhas e baterias, inclusive as recarregáveis, um dia deixam de funcionar e precisam ser jogadas fora. É preciso muito cuidado na hora de se desfazer desses aparelhos.

Elas apresentam em sua composição metais considerados perigosos à saúde humana e ao meio ambiente como mercúrio, chumbo, cobre, zinco, cádmio, manganês, níquel e lítio. Dentre esses metais os que apresentam maior risco à saúde são o chumbo o mercúrio e o cádmio.

Em muitas embalagens encontra-se um símbolo como esse ao lado indicando que a pilha ou bateria não deve ser jogada no lixo comum mas encaminhada à reciclagem. Existem locais adequados para se jogar fora as pilhas e baterias. Informe-se na sua cidade quais são esses lugares e nunca jogue no lixo da sua casa ou na rua.

Outra forma de diminuir o risco ambiental é procurar utilizar sempre as pilhas e baterias de maior duração e com menor quantidade dessas substâncias.

 

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Ano Internacional da Química

2011 é o Ano Internacional da Química

No Brasil, o tema é "Química para um mundo melhor"

No site oficial você pode encontrar informações sobre os projetos planejados para este ano.

O cartaz promocional você confere logo abaixo

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Existe Centro do Universo?

Não, eu não abandonei o blog, apenas o fim do ano ficou mais apertado do que poderia imaginar. Depois veio o natal, o reveillon.... Sabem como é?!

As aulas já estão recomeçando, então vamos iniciar este ano com um vídeo sobre o universo.

Observando os Sol, a Lua e as Estrelas, durante muito tempo, achou-se que a Terra era o centro do Universo. Nada de estranho nisso, pois as pessoas viam o Sol aparecer todos os dias, seguir uma trajetória no céu e se por algumas horas mais tarde. O mesmo acontece com a Lua.

Algum tempo depois, já na Idade Moderna, o monge Nicolau Copérnico realizou alguns estudos e ficou certo de que o Sol era o centro do Universo. Estava criado o Sistema Heliocêntrico que Galileu defendeu durante a Idade Média, causando-lhe diversos problemas com a Igreja Católica. Por causa disso, Galileu foi submetido à Inquisição e obrigado a negar suas ideias.

Hoje, sabe-se que o Universo é muito mais que o Sistema Solar e o Sol não é o seu centro. Sabe-se também que, desde o Big Bang, ele está em expansão. Teria esta expansão um centro? É exatamente isto que o astrônomo Varoujan Gorjian explica neste vídeo. Vale a pena conferir!


Retirado daqui

sábado, 26 de setembro de 2009

Poluição do ambiente, onde vamos parar??

Animação feita pela revista Galileu sobre como os nossos hábitos de consumo contribuem para a poluição.

Para assistir clique na imagem ou aqui

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Tabela Periódica On line

Ao ver uma tabela periódica sempre aparece uma curiosidade sobre os elementos que não conhece, sobre os nomes curiosos de alguns deles. Se você quer matar um pouco da sua curiosidade, o site Tabela Periódica On Line possui uma tabela periódica on line que mostra todos os elementos químicos, suas propriedades, utilizações e algumas curiosiades.

Vale a pena confeir. É só clicar no nome do elemento e descobrir!